domingo, 8 de fevereiro de 2009

Odiada por uns... Amada por quem interessa!


Lendo um dos últimos post da Renata Ragagnin , do Esconderijo, deparei – me com um texto muito legal - como todos os outros dela – e me senti obrigada a falar sobre isso também... Assunto em questão: “ser odiada”, no caso dela, odiada por pessoas que nem conhece pessoalmente, mas à odeiam. Já no meu...
Não é de hoje que sei que sou odiada por muitas pessoas, algumas dessas que me odeiam até nem me conhecem de perto, assim como no caso da minha amiga Renata, mas me odeiam mesmo assim, simplesmente pelo fato de eu existir! Bom, vocês devem estar ai se perguntando:

- Porque a Flávia é tão odiada assim?


- Será que ela é uma menina má?

Gente, não sou má, nem quando tento ser... Tenho um coração enorme (esse coração...), boazinha (até demais), tento ajudar todos na minha volta (e me dou mal muitas vezes)... Isso geraria ira nas pessoas? Creio que não! Então porque ultimamente certas pessoas estão tentando me apunhalar pelas costas? Porque querem meu mal?

Ando um tanto introspectiva, buscando respostas para tentar descobrir o por que disso tudo. E uma das respostas já achei, esse ódio todo que estão nutrindo por mim tem outro nome, inveja! E daquelas "brabas"! Ando até com um certo "peso" nos ombros... Urucubaca, olho gordo, encosto... Não to me achando não, infelizmente vi com meus próprios olhos a inveja em sua forma material, vi mesmo... Também não to ficando louca (tá bem, um pouquinho eu já sou, mas quem não é?)... Fiquei chocada e um tanto irritada e triste com tudo que vi... O que mais dói é saber que essa pessoa se diz amiga! Amiga P.Q.P! Amiga que á amiga não faz o que estão fazendo! Amiga que é amiga não te inveja, não te trai, não mente...


Por outro lado essa inveja toda até tem um lado bom! Tá gente, eu não to louca não! Mas é que essa pessoa que tanto me inveja mostrou ser minha fã! Gosta do meu visual, do que faço, do que uso... Acho que vou virar “personal stilist”, depois com o tempo posso lançar uma grife, (By Fayet) Hehehe... Tá, to surtando!
Sou tão maravilhosa assim para ser plagiada? Hehehe


Meu ego até deu uma balançada com tanta imitação, com tanta falta de personalidade e muita infantilidade... Dizem que “imitação é o melhor elogio”, mas não gostei nadinha de me sentir copiada, no começo achei que fosse um elogio, mas depois fui vendo que era inveja mesmoooooo... Dá até medo! Não quero sair na rua e encontrar meu clone por ai...
Espero que não queiram meu namorado também! Se bem que, eu e ele, nos damos tão bem, nos amamos tanto, temos um filho MARAVILHOSO, que é de dar inveja mesmo, mas sai pra lá olho gordo!


Quanto aos demais que me odeiam, posso até ter feito algo que não lhe agradassem no passado, mas ainda não deu para deletar? Porque continuam cultivando tanto ódio em seus corações? Sou tão especial assim que mereço atenção até hoje?


Vivo a minha vida do meu jeito, do meu modo e sou bem feliz assim! Me amo, com todos meus defeitos e problemas, erros e acertos, e o melhor, sou amada (e muito) por pessoas verdadeiras, que estão do meu lado sempre (muitas vezes presentes só em pensamento, mas estão irradiando energia positiva)!
Se não gostam de mim, sentem-se incomodados com a minha doce presença podem ir saindo... Continuarei sendo a mesma que sempre fui, não tenho duas caras... E curtindo a minha vida boa!
Que vida boa ô ô ô Que vida boa!!!


.

3 comentários:

Renata Lopes Costa disse...

Aí...falou e disse! Tô contigo!!

Bjão!

Renata Miranda Ragagnin disse...

sabe que eu tava pensando que se fôssemos sem graça não seriamos odiadas... Ninguém nos notaria...

Ser totosa incomoooooooda kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Flavinha, depois passa lá no blog e faz o questionário pra ti ver que legal.

Bju!!!!

Ana disse...

O que vale é "quem interessa"!!

Heheheh!