terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Pérolas do mundo futebolístico


'Chegarei de surpresa dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG.' (Mengálvio, ex-meia do Santos, em telegrama à família quando em excursão à Europa)
'Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado.'(Jardel, ex-atacante do Grêmio)
'As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe.'(Dunga, em entrevista ao programa Terceiro Tempo)
'Eu, o Paulo Nunes e o Dinho vamos fazer uma dupla sertaneja..' (Jardel, ex-atacante do Grêmio)
'O novo apelido do Aloísio é CB, Sangue Bom. '(Souza, meio-campo do São Paulo, em uma entrevista ao Jogo Duro)
'A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto.' (Jogador Fabão, assim que chegou no Flamengo)
'Eu peguei a bola no meio de campo e fui fondo, fui fondo, fui fondo e chutei pro gol.' (Jardel, ex- jogador do Vasco e Grêmio, ao relatar ao repórter o gol que tinha feito)
'A bola ia indo, indo, indo... e iu!' (Nunes, jogador do Flamengo da década de 80)
'Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu.' (Claudiomiro, ex-meia do Inter de Porto Alegre, ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu, pelo Brasileirão de 72)
'Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.' (Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)
'No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.' (Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)
'Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.' (Jardel, ex-atacante do Vasco, Grêmio e da Seleção)
'O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta, deu um passo a frente.' (João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)
'Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar.' (Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense, ao comentar sobre a hospitalidade do povo baiano)
'Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático.'(Vicente Matheus, eterno presidente do Corinthians)
'O difícil, como vocês sabem, não é fácil.' (Vicente Matheus)
'Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão.' (Vicente Matheus)
'O Sócrates é invendável, inegociável e imprestável.' (Vicente Matheus, ao recusar a oferta dos franceses)

AGORA SENTA E CHORA! COMPARE O SALÁRIO DELES COM O SEU...
.

4 comentários:

carol sakurá disse...

Oh infortúnio!
rsrrs
Adorei seu texto de verdade,Flávia!
O Jardel é o rei das pérolas...kkkk
Como dizia o prof.Raimundo: "E o salário,óh"!rsrsrsrs


Bjs!

Liria Souza disse...

oi amiga

Tem um selinho pra vc no meu blog...
beijos

Rosamaria disse...

Ainda bem que estou sentada, quase morri dando risada. Não dá nem pra pensar em salário, hehehe.

Ando sumida, mas é por uma boa causa. Tô de babá das netas.
Bjim.

Luciana Håland disse...

Muito engracado, além de futebol eles praticam o humorismo, pra gente pelo menos.
Beijo