sábado, 27 de março de 2010

Como se não houvesse amanhã...


Se Renato Manfredini Jr., o Renato Russo, estivesse vivo, completaria hoje 50 anos. Já se vão mais de 10 anos de saudade, mas sua música continua viva em nós. Suas músicas, muitas vezes contraditórias, falavam de amor e protesto, sempre estavam na boca dos jovens. Renato Russo é mais um daqueles que partiu antes da hora...


" Ele queria era falar com o presidente ... Pra ajudar toda essa gente que só faz sofrer!" (Faroeste Caboclo)


" É preciso amar as pessoas... Como se não houvesse amanhã...Porque se você parar pra pensar... Na verdade não há... " (Pais e Filhos)



" Quem um dia irá dizer que existe razão... Nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dizer... Que não existe razão? " (Eduardo e Mônica)



"Aonde está você agora... Além de aqui dentro de mim? " (Vento no Litoral)



" É só o amor, é só o amor. Que conhece o que é verdade. O amor é bom, não quer o mal. Não sente inveja ou se envaidece. " (Monte Castelo)



" Sou um animal sentimental... Me apego facilmente ao que desperta o meu desejo...

Tenho um sorriso bobo, parecido com soluço... Enquanto o caos segue em frente... Com toda a calma do mundo." (Sereníssima)



" Nas favelas, no senado... Sujeira pra todo lado... Ninguém respeita a constituição... Mas todos acreditam no futuro da nação... " (Que País é esse?) (Não é de hoje a sujeira de Brasília!!! Aff!)


.

3 comentários:

Washington Benjamin disse...

Sou fã do Renato, infelizmente os brasileiros (nem todos) dão pouco valor pro seus, só valorizam os estrangeiros. Uma coisa não exclui a outra.
Bjux querida, lindo post.

carol sakurá disse...

Oi,Flávia!
Lembro-=me de onde eu estava na morte de Renato.Como chorei!
Acho a canção ìndios,algo histórico.
Beijos!

pontorouge disse...

Quando o Renato morreu eu estava terminando o segundo grau. Eu lembro disso porque, em homenagem a ele, o nome da minha turma foi "Renato Manfredini Jr". Adoro sua obra.

beijo rouge

Dani